Início Ásia Internet na China sem bloqueio: como acessar Google e Redes Sociais

Internet na China sem bloqueio: como acessar Google e Redes Sociais

Quando se planeja uma viagem para a China, uma das primeiras coisas que precisa ter em mente é que a internet sofre bloqueios por parte do governo.

Vale lembrar que o bloqueio não funciona para Hong Kong e Macau, pois são territórios autônomos com leis diferentes.

Então, quando você comprar um chip local ou conectar o wi-fi do hotel ou de qualquer outro lugar, você não vai conseguir acessar o Google, Whatsapp, Facebook, Instagram e muitos outros sites e redes sociais utilizadas no mundo ocidental.

E essa regra vale até mesmo para o Google Maps, o aplicativo essencial de todo viajante para se localizar e se locomover. Estar sem acesso à essa ferramenta de localização pode resultar em muitos perrengues.

Na China o “Google” deles é o Baidu! Sim, aquele que tem fama péssima aqui no Brasil, que é quase como um vírus, fica instando indevidamente quando você baixa algo, tem inclusive altos memes sobre o assunto! rs E no lugar do whatsapp eles usam o aplicativo “WeChat”, por exemplo.

Mas calma, sem pânico! Existem formas de burlar o bloqueio, caso você não queira fazer um detox digital durante a sua viagem pela China.

Existem duas saídas: Usar um programa VPN (Virtual Private Network) para burlar o bloqueio ou usar um chip internacional em roaming para navegar livremente.

O VPN é uma rede privada e criptografada que usa um IP não rastreável, com isso a sua localização não é identificada pelo site que esta sendo acessado e burla o bloqueio. Isso foi muito utilizado inclusive no Brasil, na época que houve o bloqueio ao Whatsapp.

Alguns exemplos de aplicativos VPN: VPN Express, VPN One Express, Best VPN Proxy Betternet, Surf Easy VPN, etc. Alguns são pagos, outros grátis, é preciso analisar e testar. Baixe tudo e teste antes da viagem. Não posso opinar sobre o VPN porque escolhi a opção do roaming, a mais simples e prática.

Comprei um chip de internet da Easysim4u para a viagem toda. Ele funciona em 140 países, incluindo a China, e também Tailândia e Camboja que eram parte do meu roteiro.

Esse chip é da operadora T-Mobile dos Estados Unidos e funciona como roaming nos demais países. Não tem segredo, basta comprar o chip na versão “DADOS MUNDI”, escolher a quantidade de dias necessária para a sua viagem e aguardar a entrega pelo correio.

Coloquei o chip no meu celular e não foi necessário fazer nenhuma configuração. Assim que tirei do modo avião no aeroporto já recebi uma SMS avisando que estava ativado para uso na China e consegui normalmente usar o whatsapp para avisar minha família que cheguei e atualizar os stories no Instagram.

A velocidade da internet na China foi muito boa, mais rápida inclusive do que na Tailândia. O que foi ótimo porque na China eu dependia exclusivamente dessa internet do chip e na Tailândia eu podia usar wi-fi do hotel e dos restaurantes sem nenhum bloqueio ou restrição.

A internet foi essencial inclusive para chamar um DiDi (aplicativo exatamente igual ao Uber utilizado na China) as 4h30 da manhã para ir ao aeroporto. Isso significou economia (foi menos da metade do preço de um táxi normal) e tranquilidade, porque acredite, não é fácil se comunicar em Pequim! rs

Costumo dizer que a China é um país complicado, não é para iniciantes. Então para facilitar, pelo menos um pouco a sua vida, é necessário estar conectado para conseguir se localizar, se comunicar e se dar ao luxo de atualizar as suas redes sociais.

Então essa é a minha dica para os que não abrem mão de internet livre para usar os seus aplicativos e redes sociais favoritas durante uma viagem à China.


Acesse o site da Easysim4u e faça uma simulação do plano de dados para a sua viagem


Todos os posts sobre essa viagem:

GERAIS

CHINA


Dúvidas sobre a China? Grupo no Facebook!

Como esse post esta sendo bem acessado e muitas pessoas comentam ou mandam emails com dúvidas, criei um grupo no Facebook para que todos possam se ajudar com dicas, dúvidas e recomendações, acesse nesse link.


Salve esse post no Pinterest:

Juliana Almeida Rioshttps://junypelomundo.com.br/
Viajante, Administradora, Aspirante à Mochileira, Sonhadora, Bookaholic. Adora planejar uma viagem, seja para a cidade vizinha ou para o outro lado do mundo. Ama conhecer novas culturas e contar as suas aventuras. E prefere ser chamada de Juny.

4 COMENTÁRIOS

  1. Oi Juny, tudo bem?

    Eu e o marido estamos indo para a China em outubro. Eu li que precisaríamos comprar o VPN para acessar Instagram, WhatsApp, Google Maps. Mas com este chip da Easy dá para acessar tudo sem o VPN? É automático? Será que ainda é assim? Estou preocupada, rsssss.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Siga nas Redes Sociais

7,436FãsCurtir
10,058SeguidoresSeguir
22,880SeguidoresSeguir
939SeguidoresSeguir