Início America Meal Sharing: Dividir refeições e conhecer pessoas em outros países

Meal Sharing: Dividir refeições e conhecer pessoas em outros países

Hoje em dia muito se tem falado sobre o conceito de “economia compartilhada” e fruto disso são serviços como o Uber e o Airbnb, por exemplo.

Muitos outros serviços surgiram embarcando nesse conceito e há algumas semanas encontrei o “Meal Sharing“.

Eu estava com viagem marcada para Santiago (Chile) e procurava por um jantar típico feito por moradores locais.

Se o foco fosse só a comida, haveriam milhares de restaurantes  que oferecem os pratos típicos da cidade, pelos mais variados preços e qualidade.

Mas quem busca um serviço como “Meal Sharing” quer algo além de um jantar típico, quer conhecer pessoas, treinar outro idioma, enfim viver uma experiência!


Clique aqui para se cadastrar no Meal Sharing e ganhar um cupom de desconto de U$ 15,00 para a sua primeira reserva no site! Eu ganho e você ganha! =)


Como funciona

A navegação pelo Meal Sharing é bem simples, mas por enquanto ele só tem opções de idioma para navegação de inglês e espanhol.

Em relação a moeda é possível configurar para que os preços apareçam em reais utilizando a opção “BRL” no rodapé do site.

Para buscar seu anfitrião basta fazer a busca pelo nome da cidade que você vai visitar.

É possível filtrar a busca com tipo de refeição (almoço, jantar, café da manhã, sobremesa, chá da tarde, etc) e também por preferências (vegetariano, vegano, livre de glúten, orgânico, etc).

Outra coisa que achei bem legal é que tem muitas pessoas que participam desse site no Brasil. Isso serve tanto para os estrangeiros que vem pra cá provarem nossas comidas típicas quanto para nós mesmo em viagens nacionais. Vi anúncios de “Moqueca Capixaba” e “Autentica comida baiana”, são opções bem interessantes.

Quando você escolhe o anuncio seleciona a data que deseja, quantas pessoas vão e abre um campo para você se apresentar para o anfitrião, contar sobre você, sobre quem mais vai ao compromisso, de onde você é, etc.

O anfitrião receberá a requisição, pode te fazer mais algumas perguntas sobre o horário, pode tentar reagendar para ficar de acordo com a disponibilidade dele.

Depois de tudo acordado ele aceita seu pedido de jantar no site e você recebe um link para efetuar o pagamento. Fiz o pagamento com cartão de crédito internacional.

Assim que o pagamento é computado você recebe um email com os detalhes e o endereço. Ai é só comparecer e viver essa experiência! =)

Após a refeição você pode fazer o feedback e ele ficará registrado no perfil do seu anfitrião como referencia para as outras pessoas.

Minha experiência com o Meal Sharing

Quando fui com o Leo à África do Sul tivemos algo parecido com o que o Meal Sharing propõe. Nosso anfitrião do Airbnb fez um churrasco típico sul-africano (Braai) para nós e convidou uma amiga dele para participar. Foi uma experiência muito agradável e era isso que buscávamos repetir.

Viajei para Santiago com o Leo e mais um casal de amigos. A nossa anfitriã foi a Paulina (clique aqui para acessar o anuncio dela), ela oferece um almoço com comida típica de Chiloé (uma província que fica no Sul do Chile), que é a região onde ela nasceu e que parte da família dela ainda mora.

Foi a nossa primeira experiência no Meal Sharing e a primeira experiência dela também. Ela nos contou que tem o anuncio há mais de 1 ano, mas sempre as datas/horários não davam certo ou o site atrasava para mandar a notificação e a data pretendida pelo convidado passava.

No começo todos estávamos um pouco nervosos, mas logo o assunto foi fluindo naturalmente.

O único fluente em espanhol no nosso grupo era o Leo e ele acabava fazendo o meio de campo em alguns momentos. Eu fiz cursos de espanhol há alguns anos e consigo entender bem, mas me enrolo um pouco pra falar. Depois de algumas taças de vinho fica mais fácil se soltar e conseguir quebrar essa barreira do idioma.

O jantar foi um espetáculo! Tinha muita coisa! A Paulina fez salada de repolho, salada de maionese, pão caseiro e porco assado! Tudo uma delícia! Muito bem temperado!

Ficamos impressionados que a maionese ela não usou daquelas de potinho que vende no supermercado, até isso ela fez com receita caseira!

Olha só as fotos desse banquete!!!

Para beber tinha vinho e uma água saborizada que ela preparou. Todo mundo adorou a comida e repetiu (mais de uma vez! rs).

A conversa também foi muito agradável falamos desde os nossos empregos até sobre museus, arte, sistema bancário, Nova York, videogame, etc… O almoço durou mais de 3 horas. O Arturo, irmão da Paulina, também participou de parte do almoço.

No final ainda teve café (que não foi um café qualquer foi feito com numa prensa francesa) e de sobremesa uma torta de limão incrível! Deliciosa! Divina! OMG!!!!

O almoço além de ter sido uma experiência gastronômica incrível também foi uma oportunidade única de conhecer pessoas, fazer novas amizades e ter um contato maior com a cultura chilena.

Agradeço muito a Paulina e o Arturo pelo almoço e pela boa conversa. Esperamos poder vê-los novamente, quando vierem ao Brasil ou quando voltarmos à  Santiago.

Posso dizer com toda certeza que o Meal Sharing foi testado e aprovado! Vamos repetir a experiência nas nossas próximas viagens!

E para finalizar o post uma foto com foto mundo! =)


Salve esse post no Pinterest:

Salvar

Salvar

Juliana Almeida Rioshttps://junypelomundo.com.br/
Viajante, Administradora, Aspirante à Mochileira, Sonhadora, Bookaholic. Adora planejar uma viagem, seja para a cidade vizinha ou para o outro lado do mundo. Ama conhecer novas culturas e contar as suas aventuras. E prefere ser chamada de Juny.

17 COMENTÁRIOS

  1. oi Juliana! Achei essa prática incrível! Participei de algo parecido uma vez na grande Buenos Aires, mas amigos fizeram o meio de campo. Mesmo assim foi uma experiência bárbara! Vou checar o site. Quem sabe experimente em uma próxima viagem?! Super valeu esse texto! bjuus

  2. Simplemente sensacional…não conhecia nada sobre e adorei!vou pegar o app agora!!ótimo pra conhecer pessoas, comidas típicas e treinar a língua. Show show…

  3. Juliana, já conhecia o conceito, que acho super interessante. Mas nunca tinha ouvido o relato de alguém que tinha participado. Achei uma maravilha. Provavelmente fizeram amizades que darão frutos no futuro.
    Abraço desde Portugal

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Siga nas Redes Sociais

7,435FãsCurtir
10,053SeguidoresSeguir
22,959SeguidoresSeguir
939SeguidoresSeguir